Ishi

Lorem ipsum dolor

Salmos começou sua trajetória cedo. Ainda moleque, lembra de como o graffiti em São Paulo era diferente de hoje. ” Lembro que quando víamos um muro do Vitché, Gemeos e outros caras da época descíamos do ‘busão’ para ver se tinha ficado alguns caps no chão, sempre achávamos alguns. Fat Cap era luxo naquela época (risos)”. Sob o vulgo de Ishi, atrelada a Crew QMV, o escritor já se aventurou bastante sobre os trilhos “Costumávamos  pintar na linha com lata automotiva e cap original da lata mesmo, mó veneno… mas nos divertíamos”.
Em 2000, junto com Feik, formariam a Crew IP (Inimigo Público) que perpetua até hoje, transcendendo o graffiti e se tornando um grupo de amigos além das tintas. Voltado atualmente ao trabalho de tatuador, Salmos se destaca pelos throw ups e pieces que envolvem suas letras e personagens de desenhos animados. Muito respeito!