Lendas da Pixação: Toniolo

Lorem ipsum dolor

Sérgio José Toniolo é uma figura excêntrica e por que não dizer também folclórica das ruas de Porto Alegre. Autodenominado maior pichador da capital gaúcha, o escritor começou sua trajetória nas ruas de maneira tardia, com 37 anos. Em uma época onde o Brasil respirava os ares mais densos da ditatura, o aposentado policial civil era também escritor assíduo das seções de “cartas ao leitor”dos principais veículos de comunicação do Brasil. Contraventor até em suas palavras escritas, a temática de suas crônicas era quase sempre a mesma: críticas ao modelo autoritário de governo instalado no Brasil e as injustiças vividas dentro do sistema policial no qual trabalhava.