Tupac: vida e morte do maior rapper que o mundo conheceu

 

Um embrião na prisão, cultivado através das grades. No dia 16 de junho de 1971, “ Lesane Parish Crooks” entraria nesse mundo. Todos o conheceriam mais tarde como “ Tupac Amaru Shakur”, mais poucos sabiam o impacto que ele iria causar.

 

A mãe de Tupac, Afeni Shakur, fazia parte do famoso grupo político “panteras negras”, um movimento que lutava contra o preconceito aos Afro-americanos. Afeni estava grávida de Tupã quando foi presa. Seu padrasto, Mutulu Shakur, foi sentenciado a 60 anos de cadeia por roubar um carro e matar a vítima. Isso teve um grande impacto na vida Tupac, que cresceu sem a figura paterna ao seu lado. Nas ruas, os únicos modelos em que Tupac podia se espelhar eram os traficantes e cafetões.

 

Tupac se mudou pra Baltimore ainda garoto. Ele descreve essa época como os melhores momentos da sua vida. Pac se destacava nas aulas de teatro e já demonstrava um talento acima da média. Mesmo muito novo, Tupac falava com muita desenvoltura sobre assuntos raciais. Seus professores o consideravam  um aluno muito dedicado e interessado. Era ávido leitor, devorando desde livros sobre religiões orientais ate enciclopédias inteiras. Tupac compôs sua primeira musica em Baltimore atrás do apelido “MC New York”. A música falava sobre armas e era inspirada no assassinato de um amigo seu.

 

De Baltimore, a então viciada em crack, Afeni Shakur, se mudou com a família para Marin City, Califórnia, Lado Oeste (Westside). Foi nessa época que Tupac começou a vender drogas. Os traficantes e cafetões diziam a 2Pac que caso precisasse de algum dinheiro para financiar seus interesses na música o ajudariam. “Eles eram como meus patrocinadores” diz. Foi nessa época que Tupac fundou um grupo chamado “Strictly Dope” junto com o amigo DJ Dize. As músicas gravadas nessa época viriam a tona apenas em 2001 sob o nome de “Tupac Shakur: The Lost Tapes”. Suas performances na vizinhança fizeram com que Tupac assinasse com a Digital Underground de Shock G.

 

Em 1990, 2Pac trabalhava como roadie e dançarino na Digital Underground. Suas primeiras letras eram notáveis e revelaram a tendência para sua personalidade violenta. Em uma música que fez parte da trilha sonora do filme “Nothing But Trouble” chamada “Same Song”, Tupac conheceu o sucesso pela primeira vez.

 

Em 1991, lança seu primeiro álbum, “2Pacalypse Now”, que vendeu mais de um milhão de cópias. Enquanto Tupac falava de problemas comuns entre os jovens pobres como gravidez na adolescência e violência, também falava sobre policiais de forma violenta, o que faz com que os críticos prestassem atenção em seu álbum, especialmente depois de um jovem ter matado um policial alegando que foi inspirado em uma das músicas do grande álbum.

 

O vice presidente dos EUA, Dan Quayle, denunciou o álbum publicamente dizendo que não havia espaço na sociedade para algo do tipo. O álbum não gerou nenhum single que ocupasse o primeiro lugar nas paradas. Seu segundo álbum, “Strictly 4 my N.I.G.G.A.Z.” foi produzido por Stretch e the Live Squad e gerou dois hits que ocuparam a primeira posição nas paradas: A emotiva Keep Ya Head Up e a festiva I Get Around.

 

No começo de 1993, Tupac funda o grupo Thug Life com alguns amigos, incluído, Big Syke, Macadoshis, seu irmão Mopreme e Rated R.O grupo lança o primeiro álbum, intitulado “Thug Life Volume 1” pela Interscope em 1994. Apesar do conteúdo Hardcore, o trabalho foi um sucesso de vendas. O grupo se desfez assim que Tupac saiu da prisão.

 

Em 1995, o rapper foi acusado de abusar sexualmente de uma mulher em um hotel. Segundo Pac, a mulher, que ele havia conhecido em uma boate, teria feito sexo oral nele em plena pista de dança e teria ido com ele para um hotel por livre e espontânea vontade. Shakur disse que tudo não passou de um armação. Fevereiro do mesmo ano, devido a tal fato, Tupã foi sentenciado a quatro anos e meio de prisão por estupro, embora tivesse negado veementemente. Pouco depois do ocorrido, Tupac havia levado cinco tiros em um assalto ocorrido em um estúdio de Nova York. Tupac deu informações em detalhes sobre o ocorrido em uma entrevista pra Vibe.

 

O astro começou a cumprir sua pena no presídio de Clinton. Pouco depois, seu multi-platinado “Me against the world” é lançado. Tupac entra para a historia como o único artista a ter um álbum em primeiro nas paradas estando preso. “Este sempre será meu álbum favorito”, disse ele a uma entrevista. Enquanto os guardas provocavam na cadeia dizendo que Tupac não era mais o mesmo, ele ria e dizia : “Meu álbum é numero 1 no pais inteiro e apenas bateu Bruce Springsteen no topo da Billboard”. Na cadeia, se casou com a namorada Keisha Morris, uma união que foi desfeita pouco tempo depois.

 

Após quase onze meses na prisão, Tupac foi liberado, logo apos ter feito um acordo com Suge Knight, o cabeça do “Death Row Records”. Suge pagou a fiança de 1.4 milhões de dólares. Em troca o artista deveria lançar 3 álbuns pela sua gravadora. Imediatamente apos sair da prisão, Tupac começou a trabalhar em um novo álbum. Em feveireiro de 96, ele lança seu quarto álbum, “All eyes on me”, o primeiro álbum duplo da historia do rap. O sucesso foi tremendo e vendeu mais de 9 milhões de copias e é considerado por muitos o melhor álbum do gênero. Em meio a tanto sucesso, Tupac foi assassinado em 1996, quando saia de uma luta de seu amigo Mike Tyson.

 

Logo apos sua morte, a Death Row lança o álbum “The Don Killuminati”, com o pseudônimo de “Makavell”. A capa traz um 2Pac crucificado com uma coroa de espinhos na cabeça e um mapa das principais gangues do país. Em janeiro de 1997, a Gramercy pictures lança “Gridlock’d”, um filme em que Tupac interpreta um viciado em drogas e que foi bem aceito pela crítica, recebendo inúmeros elogios. Seu ultimo filme, “Gang Related”, seria lançado meses depois. Antes de Morrer, Tupac deixou centenas de musicas gravadas na Época de Death Row.A maioria foi lançada em álbuns póstumos como “Better Dayz”, “Until the end of time”, “Loyal to the game” e em seu ultimo póstumo “Pac’s Life”.

Tupac é o rapper que mais vendeu álbuns na historia.

 

 

Curiosidades

-Tupac era inimigo de várias pessoas, incluindo Jay-Z, Fugges, Da Brat,Junior Mafia, Lil Kim, Lil shaw, Notorious Big, Puff Daddy, Mobb Deep, Nas, L.L Cool J, Dr Dre,Deloris Tucher,Chino Xl e outros

-Antes de 2Pac alcançar a fama, descobriu que havia certas pessoas que queriam matá-lo. Assim,foi pra casa, vestiu o seu colete a prova de balas e se vestiu com todas as armas que tinha.Bateu na porta do pessoal que estava procurando por ele e disse “Voces estão me procurando?”

-Tupac era para atuar no filme Menace to Society mas quando recebeu uma parte menor do que queria, arranjou uma briga com os irmãos Hughes(diretores do filme).Tupac disse:”Eu derrubei um deles e o outro saiu correndo feito uma puta”

-Tupac acreditava que o caso de estrupo foi uma cilada organizada por Jacques Agnant Jack, a quem Tupac afirmava fazer parte da situação.Tupac retaliou a música Against all Odds, no seu cd Makaveli, dizendo que Jacques era um informante do governo.

-O selo Bad Boy supostamente foi bancado pela Black Mafia, a gangue a que King Tut pertencia.Tupac estava na correria com Tut na semana em que ele foi baleado 5 vezes em New York.Supostamente eles queriam que Tupac se juntasse a Bad Boy.Ele recusou,o que pode ter sido a razão do atentado.Na sequencia, Tut foi assassinado.

-Tupac tinha planos de ser ator bem antes de pensar em ser um rapper.

-Tupac fez teatro na Universidade Baltimors School for The Arts, onde rimava com o nome de MC New York.

-Em um show em Marin County, Tupac entrou em uma briga que foi abordada de maneira muito errada pelo departamento de polícia.Houve um tiroteio e uma bala perdida acabou matando um moleque.

-Tupac foi proibido de tocar em muitos estados porque seus shows eram muito agitados.No cd Daz, na música Initiad ele diz”Minhas letras são letais, transformam coliseus em cenas de assassinatos.”Ele foi processado por uma mulher que foi baleada em um de seus shows em 1993.Ela disse que ele deixava o público muito agitado.

-Tupac é citado no livro de recordes Guinnes Book, como o cantor mais bem sucedido do Rap Gangsta.

-A música Me and My Girlfriend de Tupac é sobre sua arma e não sobre sua namorada.

-O ator preferido de Tupac era Jim Carrey.Ele costumava imitá-lo

-Algumas das coisas favoritas de Tupac eram refri de laranja Sunkist, as cores preto e ouro, asinhas fritas com molho picante e macarrão com queijo.

-Tupac trabalhava em uma pizzaria chamada Roundtable antes de sua carreira musical.Ele fazia e entregava pizzas.

-Tupac era pra ser o protagonista do filme Higher Learning, mas perdeu o papel para Ice cube.

-O primeiro filme em que Tupac trabalhou foi Nothing But Trouble, com Chevy chase, Demi Moore, e Danny Devito.

.

 

 

2Pac x Notorious BIG

2Pac e Notorious Big eram amigos antes de tudo, chegaram até a fazer alguns trabalhos juntos. A briga entre eles começou quando 2Pac saiu da cadeia, ele notou que Big tinha lançado algumas músicas parecidas com as suas,o que o forçou a mudar toda a estrutura de seu cd, causando a maior rivalidade na história do Hip-Hop.Como vingança 2pac faturou a mulher de Big e falou para o mundo inteiro com a música Hit ´em up.Essa guerra pessoal dos velhos amigos não só inspirou muita controvérsia e manchetes como conseguiu separar uma nação em duas, Leste contra Oeste.Depois dos assassinatos dos dois surgiram várias especulações,alguns falam que foi por causa da velha briga entre os dois, outros dizem que eles forjaram sua própia morte para se vingar um do outro.Falam também que pode ter sido o Suge Knight dono da Death Row Records(gravadora de 2Pac) que encomendou a morte dos dois.Rivalidade entre gangues também foi citada, e tem gente que acredita que o governo tem alguma coisa a ver.A polícia ainda naum finalizou nenhuma das investigações.

 

Entrevista Notorious B.I.G. a Vibe.

 

Vibe: Se pudermos, vamos falar um pouco sobre a morte de Tupac. Onde você estava quando ficou sabendo que ele havia morrido?

The Notorious B.I.G.: Quando eu ouvi sobre isso eu estava com o Little Cease em um restaurante em Nova Iorque. Alguém me mandou uma mensagem no pager. Fiquei ouvindo falar que ele havia morrido a semana inteira. Você sabe como são esses boatos… Todos os dias ouvia coisas diferentes. Mas eu não dava muita atenção para oque ficavam dizendo.
Eu conhecia o Tupac. Não era somente uma pessoa qualquer na música que havia sido baleada. Nós dividimos várias paradas juntos, eu sabia o quão ele era forte. Quando ele foi baleado, eu cheguei a pensar, sem problema, ele foi baleado; ele vai se recuperar como da ultima vez, se levantar, fazer algumas músicas sobre isso. Mas quando eu fiquei sabendo que ele tiha realmente morrido, ai pensei, caralho, agora é quente.
A morte dele me fez pensa que poderia ter acontecido com qualquer um. Ele estava no pico de sua carreira, sua música era conhecida, estava fazendo músicas, fazendo muito sucesso. Algumas coisas que ele disse sobre mim nas músicas dele me machucou, mas ao mesmo tempo ele estava preso no mesmo caminho que eu. Ele era um jovem negro ganhando uma cara boa de dinheiro, bebendo pra caramba, fumando pra caraio, a banca dele era enorme. É tipo assim, você tem uns 40 manos com você, e todos fazendo uma coisa, é embaçado você chegar e dizer que não vai fazer aquilo.

 

Vibe: Você disse que tentou ensinar algumas coisas pra ele, é verdade?

The Notorious B.I.G.: Eu amo todos os meus manos, não importa oque eu tenha que dizer para eles, eu vou senta-los e dizer, “Você não pode fazer isso desse jeito.” Desse jeito você vai acabar assim. Quando as coisas ficam assim, só tem um fim… Eu não gosto disso… Quero dizer, o mano tinha muito talento. Algumas vezes eu ia ver o Tupac em um hotel e era tipo 9 horas da manhã, ele ia até o banheiro pra cagar e saia de lá com duas músicas prontas. Ele escrevia só com um rádio do lado dele, e alguns livros no banheiro. Ele tinha muito talento mesmo. E eu odeio que as coisas tenham ficado assim. O mano foi pego e eu sinto muito pela mãe e pelos amigos dele, tá ligado? Foi uma grande perda para o hip-hop.

 

Vibe: Parece que você realmente se importava com Tupac levando-se em conta o atrito entre vocês dois…

The Notorious B.I.G.: Ele era meu mano, tá ligado? Foi só um mal entendido que ganhou proporções maiores. E isso me fez sentar e pensar na situação e eu pensava, “Caramba, nós dois devemos ser os filhos da mãe mais poderosos daqui, porque eles tornaram uma briga pessoal entre eu e ele numa briga entre as duas costas (East/West).”

 

Vibe: Quem são eles?

The Notorious B.I.G.: A midia. Tupac nunca disse “todos vocês da West Coast tem que odiar a East Coast” e eu nunca disse “todos vocês da East Coast tem que odiar a West Coast.” Eles fizeram o seguinte, ele é do West, eu sou do East… Então é East contra o West.

 

Vibe: Então você se arrepende de nunca ter se sentando com Tupac e tentar amenizar a situação?

The Notorious B.I.G.: Pra falar a verdade, depois que o Tupac foi baleado no estúdio, eu só vi ele depois daquilo uma vez. E foi no Soul Train. E como eu disse antes… A banca dele tava toda lá, a correria, ele tava numa correria da porra… E não sabia oque se passava pela cabeça dele. Era uma situação dificil, de repente poderia acabar rolando alguns tiros… E não da pra conversar nessas circunstâncias. Eu queria ter agarrado ele, jogado ele na limusine e dizer para o motorista, dirija… Pelo menos seria só eu e ele. Seria bem mais fácil pra conversar com ele.

 

Vibe: Porque ele achava que você e Puffy tinham algo a ver com os tiros que ele levou?

The Notorious B.I.G.: Tupac sabia quem havia atirado nele. Escute as músicas no album Makaveli (The 7 Days Theory) dele. Ele explica tudo que aconteceu aquela noite. Os malucos que ele cita nos sons são os caras que ele acha que tiveram algo a ver com isso. Ele sabia. Ele não podia fazer dinheiro rimando sobre os caras que realmente atiraram nele, tá entendendo? Ele precisava de outro alguém para culpar. E eu fui essa pessoa. Eu acho que foi isso, foi algo trágico. Eu queria ter sentado com ele e conversado sobre isso. Eu sempre disse isso, eu queria que ele não tivesse morrido para ele ver que eu poderia lançar um album duplo também e nem falar sobre toda essa merda, tá ligado?!

 

 

 

 

11 Responses to “Tupac: vida e morte do maior rapper que o mundo conheceu”

  • Fabricio:

    Tupac, uma linda e triste história!
    O maior rapper de todos os tempos, o orgulho de qualquer rapper. Para mim 2pac é uma lenda, pois suas letras bastante realistas diferenciam qualquer rap até hoje. Fico pensando como seria o mundo do rap tendo o Pac vivo, concerteza ele ainda estaria estourando a rádio! Eu durmo, acordo e vivo ouvindo Tupac, é como se ele ainda estivesse vivo e tendo um sonho de poder ver e ouvir o maior rapper . Thug Life !!!!!

  • cleo:

    maio canto de rap 2pac

  • Clovis:

    Tupac foi o maior rapper da história e o cara era loco…eterno idolo, mais nus deixou uma riqueza enorme q são as suas músicas…A RUA É NÓIS Tupac

  • jessica:

    eu achei isso tudo um targedia eu gostaria muito de ter conhecido ele pena que eu nao tive essa obortunidade ….mais eu sou fan dele des de novinha e hoje eu tenho 16 anos e ele nao ta aqui com nois mais sim em nossos coraçoes…tupac te adorooooooooo….ande esteja sei que onde vc esteja sempre estara perto de seus fanss….

  • cb:

    2 pac e como deus viveu sofreu disse o que sentia foi uma das maiores figuras do seculo 20 que ainda hoje e relembrado por
    Todos que gostam de ouvir a sua voz pois em cada musica que se ouve dele e um mumento unico
    Pois cada palavra tem um segnificado especial
    Para mim 2 pac nao foi so um musico mas sim uma pessoa que lutou pelos seus direitos e pelo dos outros
    Pois nesse tempo a desigualdade ainda produminava na sepacao entre negros e brancos e uma vergonha que ainda esista
    Este pensamentos pois somos todos iguais temos coracao e devemos respeitar toda agente
    Esta e a imagem que tenho deste grande homem 2pac.

  • Rafael:

    Queria ter conhecido esse mano

  • Ana:

    queria ter conhecido esse cara :/

  • nithael:

    Como e duru saber de uma mort do meu maior idolo. 2pac

  • Tupac 1971-1996

    Rest in peace

Leave a Reply

Bookmark and Share
Categorias
Facebook