2
A Firma (Telo)
18 maio, 2017

A Firma (Telo)

Lorem ipsum dolor

Telo dispensa comentários. Seu currículo nas ruas e sua morte precoce refletiu o lema que carregou durante bons anos da sua vida: a obsessão pela pixação. Não é raro encontrar até hoje seu rolê em agendas, pedrinhas ou pastilhas que datam da década de 90, anos que Serginho como era conhecido, mergulharia no mundo do preto fosco. Paz!

Xuim
11 maio, 2017

Xuim

Lorem ipsum dolor

Marcelo “Xuim” é um dos precursores da pixação em São Paulo. Assim como Tchentcho e #DI#, Xuim fez história ao pixar prédios já no início da década de 90. Original da Z/O da cidade, Marcelo fez feitos históricos como pixar o Edifício Itália, na época um dos maiores do Brasil. Como curiosidade “xuim” é um apelido de infância, uma abreviação da expressão “pixain”.  

Lin, o animal
10 maio, 2017

Lin, o animal

Lorem ipsum dolor

Um dos mais importantes pixadores da história, LIN iniciou sua trajetória nas ruas no final dos anos 80. Símbolo da grife OS*RGS (Os Registrados no Código Penal), LIN não é conhecido como “o animal” à toa. Ele foi um dos mais influentes e atuantes pichadores dos anos 90, não deixando dúvidas quanto sua participação na história do movimento. Como curiosidade, o nome “LIN” que inicialmente não tinha qualquer significado, com o passar do tempo representou siglas: (L)ouco e (IN)igualável e posteriormente (L)oucura (IN)curável, sua última e definitiva versão. a

#DI#
9 maio, 2017

#DI#

Lorem ipsum dolor

Edmilson ou #DI# como foi imortalizado, talvez seja a maior de todas as lendas da pixação paulistana. Não há um pixador hoje, mesmo anos depois de sua morte há 15 anos, que não lembre ou tenha ouvido falar dele. Respeitado e admirado por muitos, Di nasceu e morreu pixando. Há quem diga que sua misteriosa morte, na porta do colégio onde estudava em Osasco não teve relação direta com a pixação mas até hoje ninguém sabe ao certo dizer Em sua trajetória #DI# chegou a pichar prédios famosos como o Conjunto Nacional, a Ponte dos Remédios e a Mansão dos Matarazzo, locais esses que lhe renderam reportagens em jornais e revistas renomadas de São Paulo. Abaixo seguem algumas fotos antigas LEIA MAIS

Lançamento “Xarpi: Um Registro Sobre a Pixação no Rio de Janeiro”
14 março, 2017

Lançamento “Xarpi: Um Registro Sobre a Pixação no Rio de Janeiro”

Lorem ipsum dolor

Depois de quase sete anos de pesquisa e estudos sobre o movimento do Xarpi, João Marcelo de Carvalho apresenta o livro “Xarpi: Um Registro Sobre a Pixação no Rio de Janeiro”. Com 160 páginas e acabamento em brochura, o livro reúne mais de 1.400 fotografias de xarpis que estiveram presentes nos muros do Rio nas décadas de 70, 80 e 90. Em meio a polêmicas envolvendo a arte de rua em São Paulo o designer, que também já foi pichador, foi na contramão e contou com a ajuda de nomes como Clécio Freitas e Daniela Dias para a elaboração do grande projeto. De “Celacanto provoca maremoto” até os tempos áureos do xarpi, o livro conta em ordem cronológica como o movimento se desenvolveu e cresceu na cidade carioca. Mesmo no começo do ano,”Xarpi: Um Registro Sobre a Pixação no Rio de Janeiro” já pode ser considerado um dos grandes lançamentos de 2017. Ótima indicação.

Cidade Linda ou Cidade Cinza?
17 janeiro, 2017

Cidade Linda ou Cidade Cinza?

Lorem ipsum dolor

O prefeito João Doria junto a políticos como Bruno Covas reacendem uma discussão antiga na cidade com a implementação do programa intitulado “Cidade Linda”.

Com uma política de tolerância zero a pichação e um projeto para a criação do chamado “grafitódromo” no bairro da Mooca ao estilo Wynwood de Miami, Dória divide opiniões entre a população sobre suas decisões tomadas.

Carla Arakaki Shoots #4 – Parceiros e Arrastão (Exclusivo)
13 dezembro, 2016

Carla Arakaki Shoots #4 – Parceiros e Arrastão (Exclusivo)

Lorem ipsum dolor

Sexta-feira, Estação Sumaré. Três garotas planejam o destino da noite. Perto do boêmio e agitado bairro da Vila Madalena, Lis, Jack procuram um lugar tranquilo para se divertirem na madrugada. E o topo de um prédio parece ser o lugar ideal para elas. Acompanhadas da fotógrafa Carla Arakaki, Lis, a escritora mais experiente, conduz as ações da noite

Pixadores em ação
8 dezembro, 2016

Pixadores em ação

Lorem ipsum dolor