2
Kings of Graffiti – Sen 4
22 junho, 2015

Kings of Graffiti – Sen 4

Lorem ipsum dolor

Basta andar alguns metros nas ruas de Nova Iorque para se deparar com alguma tag de Sen 4 em algum hidrante. São muitas inscrições, incontáveis. Tendo pintado ao lado de nomes de peso como Joz, Easy e Duel, o veterano Sen 4 permanece ativo e atuante na grande metrópole americana, desafiando as autoridades e dando muito trabalho para aqueles que já cansaram de limpar seus rabiscos por aí. Foto de capa por: Spray Daily

Kings of Graffiti – Revolt
18 junho, 2015

Kings of Graffiti – Revolt

Lorem ipsum dolor

Um dos principais nomes da famosa RTW Crew (Roc the World/Roc the Women/Rolling Thunder Writers), Revolt foi um dos escritores mais importantes da história do graffiti. Junto de Zephyr, outra lenda, formou uma das mais famosas parcerias dentro do movimento. Seu estilo psicodélico foi considerado por muitos uma revolução para época. Participou do histórico Style Wars, de Henry Chalfant.  

Kings of Graffiti – NOC 167
16 junho, 2015

Kings of Graffiti – NOC 167

Lorem ipsum dolor

Melvin Samuels nasceu em Manhattan. Viveu os anos 60 e 70 no Bronx, um dos berços do graffiti nova-iorquino. Na época, Melvin, que ainda nem pensava em ser NOC 167, tentou ingressar sem sucesso em algumas escolas de arte de NY. Inspirado pelas tags de seu irmão mais velho, Melvin só conseguiu se expressar artisticamente nas ruas, ou melhor nos yards de Nova York. A quem diga que ele tenha pintado impressionantes 200 vagões em toda sua vida. Participou do histórico “Style Wars”, atuando e desenvolvendo com Zephyr, a introdução do filme. Tinha um estilo único que mesclava setas e elementos futuristas com nuvens e desenhos surreais. Foi referência para inúmeros escritores da época, com Daze por exemplo. Na década LEIA MAIS

Kings of Graffiti – Fabulous Five
28 abril, 2015

Kings of Graffiti – Fabulous Five

Lorem ipsum dolor

Considerada uma das crews mais importantes e respeitadas da história do graffiti nova-iorquino, os “Fab 5” tinham uma especialidade em comum: whole cars. Fizeram história realizando o que chamam de “O maior feito do graffiti” ou “Whole Train Dream”, quando pintaram impressionantes 10 whole cars top to bottom e end to end em uma única ação. O mais interessante é que a maioria de seus membros era de Staten Island, um condado de Nova Iorque, que ficava longe das linhas do metrô, bem além da Ponte Verrazano-Narrows que os conectava ao Brooklyn. Procurados durante anos pela polícia metroviária nova-iorquina, o Fabulous Five era compostos por lendas como: DIRTY SLUG, MONO 105.2, DOC109, PROF165, OG 2, BLUD, SONY, BOB, SLAVE, DEL e LEE. SLUG DIRTY foi o fundador e esteve na ativa LEIA MAIS

Kings of Graffiti – Comet
5 fevereiro, 2015

Kings of Graffiti – Comet

Lorem ipsum dolor

Comet diz ter pintados mais de 5 mil trens entre 1971 e 1989. Junto de Blade, fez uma das parcerias mais famosas e bem sucedidas do graffiti. Ambos faziam parte da histórica crew TC5 (The Crazy Five). Durante 7 anos foram os escritores mais atuantes na linha 2 e 5 e também os mais procurados pela polícia americana.

Kings of Graffiti – Superkool 223
21 janeiro, 2015

Kings of Graffiti – Superkool 223

Lorem ipsum dolor

Nascido no Bronx, periferia de NYC, Superkool 223 marcaria seu nome história do graffiti. Ele foi ninguém menos do que o primeiro a pintar um metrô, no início dos anos 70. Naquela noite, suas letras rosas e amarelas mudariam para sempre o movimento: era a transição das clássicas tags de rua para os pieces nas linhas da IRT(Interborough Rapid Transit Company).  

Kings of Graffiti – Riff 170
8 janeiro, 2015

Kings of Graffiti – Riff 170

Worm 161, Dove 2, Conan….ou Riff 170 se preferir. Dono de inúmeros pseudônimos, o garoto aficcionado por histórias em quadrinhos da Plimpton Street (sul do Bronx), fez história no graffiti. Foi mais um exemplo de um jovem afro-americano que viveu de perto o movimento dos direitos civis americano e que apesar de tudo encontrou forças para se dedicar aquilo que acreditava. Respeitado por praticamente todos os escritores da velha guarda, Riff sempre foi unanimidade quando o assunto era estilo: – Terror 161: “33 anos após ter parado, é praticamente impossível encontrar uma receita de graffiti sem um de seus ingredientes.” – Blade: “Riff 170 é um dos writers mais importantes dos anos 70. Tinha um controle e uma técnica surpreendente para a época. Os pieces de Riff ajudaram a mudar nosso olhar sobre o graffiti. LEIA MAIS

Kings of Graffiti – Jester / DY 167
14 novembro, 2014

Kings of Graffiti – Jester / DY 167

Jester ou DY 167/DYE  nasceu no Harlem, Nova Iorque. Começou sua trajetória no início dos anos 70, durante a época das famosas combinações de tags e números de ruas. Foram quase 10 anos de muita disposição e estilo. O nome Jester, “bobo da corte” em português, foi criado quando o até então só DY 167, pintava em um yard com Cliff 159, numa de suas primeiras experiências nos trilhos nova iorquinos: “Eu gostei quando vi pela primeira vez as letras “J” e “R” do JR 161 em um trem, fiquei impressionado! Foi com base nessas duas letras que eu criei pela primeira vez o nome Jester. A partir dali só usava DY 167/DYE para throw-ups e o nome Jester para pieces e tags.”    


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/besidecolors/www/wp-includes/functions.php on line 3775

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/besidecolors/www/wp-includes/functions.php on line 3775