O legado de Saeio

Lorem ipsum dolor

“Graffiti is a momentary expression” (SAEIO)

A escola francesa de graffiti sempre foi conhecida por sua identidade própria. Transportar a estética da rua para as galerias (e vice-versa) foi algo que muitos deles também souberam e sabem fazer até hoje. Saeio é um exemplo. Nascido na cidade da luz em 1987,  o escritor ganhou notoriedade na rua e também dentro da chamada “fine art”. O francês contudo nunca deixou sua origem, a escrita de rua . “Eu sou um pintor” relata Saeio ao canal Shift. Mais profundo, explica ainda seu modo de enxergar o graffiti: “Em primeiro lugar, é o aspecto ilegal que me atrai e me estimula, pintando na adrenalina eu me sinto como um comediante, a cidade é uma cena diária de riscos e de possibilidades. A cidade está viva e ao mesmo tempo isso tudo é apenas um contexto, um suporte”. Mais que apenas um ato de fazer uma tag ou qualquer tipo de intervenção nas ruas, Saeio e seus amigos da PAL Crew elevaram o ato a muitas vezes uma performance. “A assinatura é um ato incomum todo seu corpo com relação as letras, o espaço da cidade e a ferramenta (no caso o spray). Uma assinatura revela uma fluidez e uma agilidade. A linha e o corpo se fundem e formam uma coreografia”.

Saeio e os integrantes da francesa PAL CREW.

Já sobre a arte como um todo, o francês resume sua opinião em poucas palavras: “Não faça decoração, humor, reproduza o silêncio da Natureza ou tenha sucesso em ser bizarro”. Experiências com vídeos, canvas ou latas de spray. Tudo interessava ao francês que vai mais longe nas suas teorias e também explica seus suportes dentro da arte: “Misturas me interessam e o paradoxo é geralmente o começo de boas idéias. Talvez, em oposição a invisível arte dos conceitos, com a arte plástica como uma coisa divertida (Magritte era um experimentador desse tipo de arte). Diga o que você não vê para transformar em arte plástica. Para encontrar um bom paradoxo, a oposição precisa ser consistente e a solução desse contraste deverá ser sutil”.

Eric Rohmer: cineasta era um dos artistas preferidos de Saeio e coincidentemente muito parecido com o escritor.

 

GRAFFITI:

 

INSTALAÇÕES E PERFORMANCES: