2
A história secreta dos grafiteiros punks (por i-D)
5 dezembro, 2017

A história secreta dos grafiteiros punks (por i-D)

Lorem ipsum dolor

O primeiro livro do escritor Freddy Alva intitulado “Urban Styles: Graffiti in New York Hardcore” é um mergulho num tempo onde subculturas e movimentos undergrounds (fora dos holofotes do mainstream de hoje em dia) se misturavam de maneira natural e única. Alva aborda as congruências da cena punk rock dos anos 80 com o movimento que literalmente devastava as ruas de Nova Iorque nos anos 70 e 80, o graffiti. Um momento único onde duas culturas marginais co-existiram e se complementaram. Muitos escritores que se aventuravam entre os yards também dançavam no tablado do CBGB. Simples assim.

O legado de Saeio
9 novembro, 2017

O legado de Saeio

Lorem ipsum dolor

A escola francesa de graffiti sempre foi conhecida por sua identidade própria. Transportar a estética da rua para as galerias (e vice-versa) foi algo que muitos deles também souberam e sabem fazer até hoje. Saeio é um exemplo. Nascido na cidade da luz em 1987,  o escritor ganhou notoriedade na rua e também dentro da chamada “fine art”. O francês contudo nunca deixou sua origem, a escrita de rua . “Eu sou um pintor”relata Saeio.

HUBIK – PEMEX
10 outubro, 2017

HUBIK – PEMEX

Lorem ipsum dolor

Pemex, escritor americano, esteve no Brasil e gravou o novo vídeo do pessoal da Hubik. Ao som do beatmaker Sonotws, o cenário da vez é o bairro da Aclimação em São Paulo.

Flecso (ITÁLIA)
17 agosto, 2017

Flecso (ITÁLIA)

Lorem ipsum dolor
Josh Keyes
10 agosto, 2017

Josh Keyes

Lorem ipsum dolor

Incorporando elementos clássicos do graffiti em suas telas, o artista americano Josh Keyes cria cenários e paisagens quase surreais. Veja algumas de suas telas abaixo: + Informações e fotos: www.joshkeyes.com

Kings of Graffiti: Loomit
3 agosto, 2017

Kings of Graffiti: Loomit

Lorem ipsum dolor

Loomit e Chintz tem muitas coisas em comum. Alemães de nascença, ambos trilharam caminhos parecidos dentro do graffiti. Aclamados no velho mundo, foram responsáveis por influenciar toda uma geração de escritores. “A irmã de um colega da escola que tinha feito intercâmbio em Nova Iorque trouxe a notícia do graffiti aos meus ouvidos pela primeira vez” conta Loomit.

ZEDZ (Itália)
27 julho, 2017

ZEDZ (Itália)

Lorem ipsum dolor
YUGO (Alemanha)
12 julho, 2017

YUGO (Alemanha)

Lorem ipsum dolor